Blog

Homem com uma seringa na mão

O uso de esteroides anabolizantes tem feito sucesso entre os adolescentes. Mas isso não é uma coisa boa, pois essas substâncias trazem consequências graves tanto para a saúde física quanto mental.

O culto da beleza e a procura incessante por um corpo perfeito (inalcançável) é o que tem feito com que os adolescentes, cada vez mais, recorram aos anabolizantes. Com isso, surgem muitos problemas, como a baixa autoestima e a insatisfação consigo mesmo, além dos riscos e efeitos colaterais ao organismo.

Ademais, o aumento do uso de esteroides anabolizantes entre os adolescentes tem sido tão expressivo que se tornou um problema de saúde pública. Por isso, usaremos este artigo para falar com mais detalhes sobre esse assunto, confira!

O que são esteroides androgênios anabolizantes?

Os esteroides são substâncias presentes em todos os animais e produzidos a partir da gordura do corpo. Já os esteroides anabolizantes são drogas feitas para substituírem a testosterona, hormônio masculino que é fabricado pelos testículos. Além disso, eles contribuem para o crescimento dos músculos e para o desenvolvimento de características sexuais masculinas, como voz grossa, barba, pelos, etc.

No entanto, o uso dessas drogas sintéticas é indicado exclusivamente para o tratamento da doença que tem como característica a ausência da produção da testosterona, conhecida como hipogonadismo. Nesse caso, a prescrição dos esteroides deve ser feita por um médico urologista, mas, mesmo assim, o paciente não está isento dos efeitos colaterais.

Portanto, o que acontece então quando os esteroides anabolizantes são utilizados de maneira inadequada, principalmente por adolescentes? Muitos problemas!

Quais são os efeitos colaterais do uso inadequado dessa droga?

Como já foi dito, muitos são os efeitos colaterais e problemas que podem surgir com o uso indevido dos esteroides anabolizantes, sendo que os principais são:

1- Aumento do colesterol ruim e diminuição do colesterol bom no sangue: o desenvolvimento de placas de gordura nas artérias e veias do corpo causa a aterosclerose, condição que eleva o risco de acidente vascular cerebral (AVC) ou infarto do coração.

2- Alterações no fígado: o funcionamento desse órgão fica prejudicado, o que causa a sua destruição. Esse problema é conhecido como cirrose. Ademais, problemas como a formação de machucados preenchidos por sangue e tumores também podem surgir.

3- Baixa estatura: o uso de esteroides na adolescência acelera o processo normal da puberdade. Dessa forma, os ossos do crescimento amadurecem precocemente, comprometendo a altura dos meninos.

4- Alterações no sistema reprodutor: além do grande risco de esterilidade, os meninos também podem sofrer com o crescimento das mamas (ginecomastia), que é um efeito colateral muito comum do uso de esteroides.

5- Distúrbios psicológicos: outro problema que integra a lista das inúmeras consequências do uso de esteroides anabolizantes são os distúrbios psicológicos. Isso porque essas drogas estão relacionadas à agressividade e ao surgimento de doenças psíquicas.

6- Outros efeitos colaterais que também são muito frequentes em quem faz o uso inadequado dessa droga sintética são: acne, queda de cabelos (calvície), trombose, roncos em excesso e disfunção erétil.

Além disso, vale ressaltar que as consequências do uso de esteroides anabolizantes podem ser observadas até 20 anos após a suspensão da droga. Por isso, é muito importante combater esse problema.

Se você tem dúvidas sobre o assunto ou acredita que pode estar com deficiência de testosterona, não se automedique, procure a avaliação de um médico urologista!

Pesquisar

Últimos Posts

Contato

Assine nossa newsletter

Receba notícias e soluções saudáveis para seus problemas